BIO

 

[[Patricia Borges was born in Rio de Janeiro - Brazil in 1974. In 1990 she started her drawing and painting classes with master Luiz Carlos Andrade Lima.

In 1995 she moved to Vienna, Austria, where she first studied photography. Back to Brazil she engaged at art history and art theory courses with professors Fernando Carneiro and Maria Cecilia Araujo de Noronha.

After graduating in Architecture and Urban Planning in 1999 from PUC-PR University, she worked on construction projects as an architect. For ten years she held her own architecture practice Modus Arquitetura.

Her post-graduate studies were in Applied Arts / Photography from 2002 to 2004 at the ACP - Australian Centre for Photography in Sydney.

While in Australia and back in Brazil, she worked as a photographer documenting theatre plays and architectural projects for professional portfolios, magazines and websites. And learned programming languages to develop web content with the images she produced.

Founding in 2004 a second company called Modus Imagens to pursuit a career as commercial photographer she produced institutional images, product stills and interior design photographs - along with fine art images for private collections.

In 2013 she exhibited her photographic work series “Agulhas II” at the IX Florence Biennale in Italy, where she was awarded with the Lorenzo Il Magnifico first prize in Photography.

In 2014 her photographic work “Agulhas I” - complementary to the polyptych exhibited in Florence - was displayed at the Biennale D’Arte di Roma, and also won First Prize in Photography.

Those prizes motivated the development of a new series of fine art projects. She moved back to Rio de Janeiro in 2014 and intending to focus on her artistic career continued her studies at EAV Parque Lage.

While in 2015 she graduated in Jewellery Design at IED - Istituto Europeo di Design - she sold PatBijoux.com website, a jewellery shop founded in 2010 for online trading of her own design as well as jewelry pieces made by other artists. 

At the same year she published the photo books Agulhas and The Cake.

As she realised the need of adding new narrative layers upon still photography and printed matter, Patricia focused on screenwriting, literature and moving image production.

In 2016 she got a Cinematographer degree from AIC - International Academy of Cinema / RJ. Followed by a Screenplay degree in 2017. When she wrote the surf webserie Arpex - Posto 7.

She is currently studying Video Art at EAV - Escola de Artes Visuais do Parque Lage / RJ - envisioning an interdisciplinary art practice that comprises photography and storytelling.

In August 2017 she was part of the group exhibition "The Street Experience" held at Galleria Millepiani in Rome where her photographic essay Liquid World was featured. This series also led to a printed book of the same title.

In 2017 she was nominated for Reynaldo Roels Jr IIIrd Installation Art Prize. Took part of Snap to Grid photographic exhibition at LACDA (Los Angeles Center for Digital Art) and presented the video #happy at the Escola em Transe collective exhibit at Parque Lage. At the same year, her photographic series La Peau was featured at Times to be Feminine publication, released at New Women Space in New York.

In February 2018 her work was part of the Salon des Artistes Français at the Grand Palais in Paris (dossier) (critics).

In April 2018 her photographic project Bodyscapes was featured at the Canadian magazine Adore Noir. The book  Cultura Brasileira Hoje was published in Rio de Janeiro with some of her images of theater plays. And she collaborated with the project Cem Peitos at the online platform Hysteria in Rio.

In May 2018 her work was displayed at Tokyo International Art Fair - Japan.

In June Patricia Borges was awarded Honorable Mention in Fine Arts category at Prix de La Photographie Paris PX3 2018 for her series Private

Her video Ballet 11 was selected for Venice Experimental Video Art Festival 2018 that will take place at Palazzo Ca'Zanardi, at the same time of La Biennale di Cinema di Venezia. After the festival, Ballet 11 will be part of Spaces collective exhibition at The Room gallery, also in Venice.

In October 2018 her works will be displayed at Clio Art Fair in New York.

More photographs can be seen on the Biennale web site:  www.patriciaborges.net and also on her IG: www.instagram.com/patriciaborges_pb 

Artworks can be viewed here and commissioned works can be viewed here

Patricia Borges' books are available on Amazon.com

  

///Patricia Borges nasceu no Rio de Janeiro em 1974. Em 1990 iniciou sua formação técnica em desenho e pintura com o mestre Luiz Carlos de Andrade Lima.

Em 1995 mudou-se para Viena, Austria, aonde estudou fotografia. De volta ao Brasil participou dos cursos de história da arte e teorias da arte com os professores Fernando Carneiro e Maria Cecilia Araujo Noronha.

Após graduar-se em Arquitetura e Urbanismo em 1999 pela Universidade PUC-PR, trabalhou como arquiteta em obras e projetos de construção civil. Por dez anos comandou seu próprio escritório, a Modus Arquitetura.

Fez pós graduação em Fotografia / Artes Aplicadas no ACP - Australian Centre for Photography em Sydney, de 2002 a 2004.

Enquanto estava na Austrália e de volta ao Brasil, trabalhou como fotógrafa documentando peças teatrais, projetos de arquitetura e interiores - para revistas de decoração, portfolios e websites profissionais. Estudou programação web para criar projetos digitais com o conteúdo das imagens que produzia.

Fundou em 2004 uma segunda empresa, a Modus Imagens. Prosseguindo com fotografia comercial, produziu imagens institucionais, fotografias de produto e para publicidade. Em paralelo desenvolvia projetos artísticos primordialmente para acervo pessoal e coleções particulares.

Em 2013, Patricia Borges convidada a participar da IX Bienal Internacional de Arte em Florença, Itália, exibiu a série fotográfica “Agulhas II” e recebeu o prêmio Lorenzo Il Magnifico, pelo primeiro lugar na categoria Fotografia.

Em 2014 foi convidada a participar da X Bienal de Arte de Roma, Itália. Seu trabalho fotográfico “Agulhas I”, complementar ao políptico exposto em Florença, recebeu o prêmio de primeiro lugar na categoria Fotografia.

Estes prêmios de reconhecimento proporcionaram o desenvolvimento de uma nova série de projetos artísticos, motivando o retorno ao Rio de Janeiro em 2014. Com a intenção de se concentrar em sua produção artística, retomou os estudos na EAV Parque Lage, tendo como professores: Iole de Freitas, Fernando Cocchiarale, Analu Cunha, Martin Ogolter e Charles Watson.

Em 2015 concluiu o curso de Design de Jóias no IED - Istituto Europeo di Design - vendeu o site PatBijoux.com, uma joalheria online fundada em 2010, onde comercializava suas peças e também as criações de outros designers brasileiros. Na sequência engajou-se como fotógrafa voluntária na ONG Atados.

No mesmo ano, Patricia publicou os fotolivros Agulhas e O Bolo.

Percebendo a necessidade de expandir a narrativa da fotografia still e também as limitações do suporte impresso, buscou aprimorar conhecimentos técnicos ligados à escrita e à imagem em movimento.

Em 2016 concluiu o curso de Direção de Fotografia na AIC - Academia Internacional de Cinema - RJ. Seguido pela conclusão do curso de Formação em Roteiro na mesma escola, no primeiro semestre de 2017. Quando escreveu a webserie de surf Arpex - Posto 7.

Atualmente estuda Video Arte e Teorias da Arte na EAV - Escola de Artes Visuais do Parque Lage / RJ - buscando a prática artística interdisciplinar na produção de obras que conjuguem arquitetura, fotografia e a cidade.

Em agosto de 2017 participou da exposição coletiva "The Street Experience" realizada na Galleria Millepiani em Roma onde apresentou a série fotográfica Liquid World. O que também levou à publicação um livro impresso de poesia e fotografias em inglês, com o mesmo título. Traduzido para o português na publicação Memórias de Um Peixe Dourado.

Em 2017 foi finalista do III Prêmio Reynaldo Roels Jr. de instalação para o Museu de Arte Contemporânea de Niterói. Participou com fotografias da coletiva Snap to Grid no LACDA (Los Angeles Center for Digital Art) e apresentou o video #happy na mostra Escola em Transe no Parque Lage. No mesmo ano, o ensaio fotográfico La Peau foi parte da publicação Times To Be Feminine, lançado no New Women Space em Nova York.

Em fevereiro de 2018 participou do Salon des Artistes Français, no Grand Palais em Paris (dossier)(crítica).

Em abril seu ensaio fotográfico Bodyscapes foi publicado na revista canadense Adore Noir; quando também foi lançado no Rio de Janeiro o livro Cultura Brasileira Hoje, para o qual colaborou com imagens. Participou no mesmo mês do projeto Cem Peitos da plataforma online Hysteria.

Em maio de 2018 participou da Tokyo International Art Fair, no Japão.

Em junho Patricia Borges recebeu o prêmio de Menção Honrosa na categoria Fine Arts do Prix de La Photographie Paris PX3 2018 pela série Private

Seu video Ballet 11 foi selecionado para o Venice Experimental Video Art Festival 2018 que acontece na primeira semana de setembro no Palazzo Ca'Zanardi, junto com o Festival de Cinema de Veneza. Após o festival, o video fará parte da exposição coletiva Spaces na galeria The Room, também em Veneza.

Em outubro de 2018 participará da Clio Art Fair em Nova York.

Mais fotografias podem ser vistas em seu website das Bienais:  www.patriciaborges.net e no IG: www.instagram.com/patriciaborges_pb 

Seus trabalhos de arte estão aqui e os trabalhos comerciais estão aqui

Os livros de Patricia Borges são vendidos na Amazon.com ]]